noiserv

Noiserv, a quem já chamaram «o homem-orquestra» ou «banda de um homem só», tem o seu percurso marcado pela forma original como consegue fazer-nos imergir num sonho que se mistura com a realidade, através das suas canções que se tornam a banda sonora das nossas memórias.

O Artista Experimental

David Santos, de 37 anos, teve o seu primeiro contacto com a música aos 12 anos, quando recebeu a sua primeira guitarra, demonstrando desde cedo um fascínio e interesse pela música e pelos músicos que considera difícil de explicar. Hoje, conta já com centenas de concertos em Portugal e no resto do mundo e ainda uma série de colaborações no Teatro e no Cinema.

Influenciado por artistas como Yann Tiersen ou Thom Yorke, Noiserv chega-nos da necessidade de David Santos em gravar 3 músicas que tinha só de voz e guitarra, em 2005. É atualmente considerado um dos mais criativos e estimulantes projectos musicais, de entre os surgidos em Portugal na última década.

 

Noiserv Vera Marmelo

Identifica-se com todos os músicos que lutem por aquilo que mais gostam de fazer e procura aperfeiçoar cada vez mais o seu trabalho, sente que o melhor processo criativo é o da constante aprendizagem, uma obcessão de nunca terminar, de acrescentar sempre qualquer coisa. Características bem demarcadas nos seus trabalhos que resultam em composições que nos levam por diversas sonoridades que vão confluindo num crescendo incessante.

Homem de Todas As Artes

Desafiou-se a fazer algo diferente no albúm 00:00:00:00, que se apresenta com um novo registo, até ao seu lançamento desconhecido. Noiserv apresenta-nos “a banda sonora para um filme que ainda não existe, mas que talvez um dia venha a existir”, o que reflete o seu gosto em conjugar o trabalho musical com a sétima arte.

Conta já com a experiência da produção de música para fins cinematográficos, de que a soundtrack para os filmes “José e Pilar” e “Todos os Sonhos do Mundo” são exemplo. É das coisas que mais gosta de fazer e enquanto o continuarem a convidar, continuará a ter o maior prazer nesta conjugação.

Fazendo também parte da banda “You Can’t Win, Charlie Brown”, acrescenta que ambos os projetos são importantes na sua vida, afirmando que quando é importante tudo se concilia.

De entre vários concertos realizados no passado ano 2019, saliente-se a sua performance no Festival Bons Sons, onde actuou em conjunto com “First Breath After Coma”. É muita a satisfação em ter passado por esta experiência, que foi talvez dos momentos mais intensos que teve em palco nos últimos tempos. David aponta o bom ambiente proporcionado no Festival Bons Sons que conta sempre com um público encantador, testemunhando a sorte que teve em poder experienciar esse agradável momento.

Noiserv Vera Marmelo

Mais recentemente, colaborou com diferentes projetos, tais como a produção do espaço sonoro do espectáculo teatral “Fit (In)” de João de Brito e Yola Pinto, em cena no Teatro São Luiz entre 22 de Outubro e 7 de Novembro de 2019 e ainda a produção musical para o filme “O Labirinto da Saudade”, de Miguel Gonçalves Mendes que adapta para o grande ecrã a obra homónima de Eduardo Lourenço, num retrato único pelo interior da mente brilhante do escritor e filósofo.

Tudo isto está agora disponível em forma digital, em plataformas como o Spotify, reunido numa coletânea: “Soundtracks.Vol.1”. São 49 canções que Noiserv nos apresenta agrupando diversos trabalhos que realizou para bandas sonoras de cinema, teatro e dança, disponibilizando também as suas composições que facilmente nos serão familiares ao ouvido, como “RTP Separadores”, “Ikea” ou ainda “Samsung Movimento Sim”.

E o 'agora'

Ainda em Dezembro de 2019, Noiserv antecipa o disco de 2020 com a apresentação de “Meio” que nos deixa desde logo com grandes expectativas para este seu próximo projeto. Este tema conta com um vídeo realizado pelos Casota Collective e protagonizado pelo bailarino contemporâneo Marco da Silva Ferreira, demonstrando o regresso do trabalho de Noiserv à composição musical com diversas sonoridades, em contraste com o seu disco anterior 00:00:00:00.

Num estilo muito próprio dentro da atual realidade da música portuguesa, Noiserv consegue transmitir-nos o que sente pelo mundo onde vivemos através da música, objetivo que pretende cumprir até deixar de ser. No horizonte da sua carreira profissional, conta com mais músicas, mais concertos, “mais tudo enquanto fizer sentido”.


Podes ouvir 00:00:00:00 completo no Spotify.


Perfil traçado por Carolina Chora Alves, Daniel Moura Borges, José Pedro Horta. Fotografias por Vera Marmelo @ V-Miopia

20 de Janeiro de 2020